fimose

Fimose/ Postectomia/ Circuncisão

Fimose é o termo usado para a incapacidade ou dificuldade para se retrair o prepúcio com completa exposição da glande. É a principal indicação da postectomia/ circuncisão, que é a cirurgia que visa retirar a pele que recobre a glande. Popularmente dizendo, fimose é quando não se consegue abrir a cabeça do pênis, devido ao excesso de pele.

No mundo, em torno de 40% dos homens são circuncisados, sendo que 70% foram operados devido razões religiosas, e os 30% restantes devido razões pessoais ou indicação médica.

fimose
cirurgia de fimose/postectomia

A postectomia tem como indicações principais

  • sociocultural: religião, costumes familiares;
  • preferências pessoais;
  • patologias penianas tais como infecções fúngicas de repetição, líquen escleroatrófico;
  • prevenção de dst/ist;
  • prevenção de transmissão HIV em países endêmicos;
  • lesões por hpv;
  • realizações de biópsias de lesões suspeitas;
  • consequente a uma diabetes mal tratada que ocasiona infecções locais recorrentes e perda de elasticidade da pele local
  • em pacientes que queixam de dor no ato sexual decorrentes do excesso de pele
fimose
fimose: estreitamento da pele do prepúcio
fimose
fimose: estreitamento da pele do prepúcio
fimose
fimose: estreitamento da pele do prepúcio

Como é realizado a postectomia?

Normalmente, a postectomia é realizada por um urologista em virtude das condições acima citadas.

Em crianças, indica-se a cirurgia de fimose em menores de 5 anos, apenas nos casos que não há qualquer abertura da prepúcio. Esse bloqueio irá ocasionar infecções locais, infecção de urina e retenção urinária.

Em todas as crianças, o procedimento deverá ser realização com anestesia geral no bloco cirúrgico.

Podemos usar após os dois anos de idade, pomadas a base de corticóides que irão que irão tentar amolecer a pele do prepúcio, tentando evitar desta maneira o procedimento cirúrgico. Associado a pomada, são indicadas massagens para retrair o prepúcio, sempre após o banho, sem forcar a pele, afim de se evitar traumas locais e fissuras, que irão causar dor e impedir os exercícios.

A cirurgia é indicada em todos os casos de falha de tratamento, podendo ser realizada em ambiente ambulatorial( exceto as ciranças) ou em bloco cirúrgico, a depender do grau de ansiedade do paciente.

Pode ser feita com anestesia local ou realização de sedação associado a anestesia local, o que irá gerar um grau maior de conforto ao paciente. A alta se dá geralmente no mesmo dia.

Todos os pacientes devem passar por uma consulta antes do procedimento onde será avaliado se existe realmente fimose e serão explicados todos os passos da postectomia, suas possíveis complicações.

Será feita uma anamnese buscando identificar todos os fatores de risco para complicações, se existe realmente necessidade de realização da cirurgia, se foi feito algum tratamento prévio, se já foram feitas cirurgias no local.

Além disso, pergunta-se ao paciente quais medicações de uso contínuo, se ele possui alergia a algum medicamento ou material cirúrgico( por exemplo, latex, iodo).

O termo de consentimento pode e deve ser entregue nessa consulta, sendo explicado os termos contidos no mesmo ao paciente. Esse termo vai conter as principais explicações da cirurgia de postectomia, as principais complicações, e os deveres e direitos do paciente e do urologista.

consentimento informado postectomia
consentimento informado postectomia

Após a cirurgia, é realizado o curativo que consiste no uso de gazinhas envoltas por uma atadura, o qual deve ser mantido por 24 horas e retirado durante o banho.

fimose
fimose: postectomia e seu curativo

Deve ser feita higiene diária do local cirúrgico, afim de se evitar infecções locais que possam vir a complicar e dificultar o processo cicatricial.

Relações sexuais/ masturbação e exercícios devem ser evitados por 30 dias, até completo processo cicatricial.

Normalmente são usados fios cirúrgicos de materiais absorvíveis, fazendo com que esses pontos caiam sozinhos entre 20 a 30 dias.

Preconiza-se o uso de gelo após a cirurgia, no intuito de se evitar hematomas e diminuir a chance de sangramento e dor.

orientacões pós cirurgia
orientacões pós cirurgia

O retorno com seu urologista deve ser feito em uma semana para se avaliar complicações e retirada de dúvidas.

fimose
fimose: postectomia e seu aspecto final
fimose
fimose: postectomia e seu aspecto final

Quais as possíveis complicações da cirurgia de fimose?

  • queda dos pontos antes da hora: nesse caso, não há motivo para entrar em pânico, pois o local vai cicatrizar da mesma forma. Ideal sempre voltar no seu urologista para avaliar se há infecção associada.
  • sangramento: primeira medida deve ser feita a compressão local com um pano limpo durante 15 minutos e colocação de bolsa de gelo associada. Se mesmo assim, persistir o sangramento, comunicar ao seu urologista.
  • infecção de ferida operatória: quando notar isso? Quando estiver doendo e com inchaço local, presença de pus, abertura precoce dos pontos. Voltar ao seu urologista para avaliação e prescrição de antibiótico.
  • dor ao ter ereção no pós operatório tardio: pode acontecer caso tenha sido retirado muita pele, e o pênis ficar muito esticado. Reavaliar com o seu urologista, a solução para este problema
  • aumento da sensibilidade na glande: em alguns pacientes onde a glande não era exposta anteriormente, ao realizarmos a cirurgia, inicia-se uma sensibilidade na glande ao encostar na cueca ao longo do dia. Isso acontece devido ao fato da pele da glande ter ficado coberta ao longo da vida e nesse caso fica muito sensível ao toque. Medida ideal nesse caso é usar uma bucha local diariamente no intuito de aumentar espessura da pele.
  • dificuldade de cicatrização local: poder se por infecção local, excesso de força ao lavar o pênis, ereções excessivas.
fimose
complicação de fimose: edema
fimose
complicação de fimose: edema
fimose: abertura de pontos
fimose: abertura precoce de ponto

Resumindo

A cirurgia de fimose é considerada um procedimento simples e corriqueiro pelos urologistas, tendo ótimos resultados, tanto do ponto de vista do paciente como pelo urologista responsável. Devemos seguir todos os cuidados afim de se evitar complicações, que podem ser evitadas com uma boa conversa e um bom apoio médico no pós operatório.

Caso tenha interesse em fazer uma avaliação, estou disponível para consulta nas 3 cidades: BH, Pará de Minas, Nova Serrana, através do site:

www.drleone.com.br

As cirurgias podem ser feitas pelos principais planos de saúde também.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp